Archive for the ‘Comunicado’ Categoria

Brasil tem uma das piores taxas de Ensino Superior do mundo, diz OCDE

quinta-feira, setembro 12th, 2019

O Brasil é um dos países com menos pessoas com Ensino Superior completo e com menores taxas de doutores. É o que revela o relatório “Education at a Glance“, publicado nesta terça (10) pela Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), que avaliou as 45 nações membros ou parceiras da organização. Segundo o documento, apenas 21% dos brasileiros de 25 a 34 anos têm Ensino Superior completo, enquanto a média dos países que fazem parte da OCDE é em torno de 44%.

Quando falamos de níveis mais altos de instrução, como mestrado e doutorado, os números são ainda mais desanimadores: apenas 0,8% das pessoas de 25 a 64 anos no Brasil concluíram o mestrado e 0,2% chegaram ao doutorado — das 35 nações que disponibilizaram dados sobre o doutorado, o Brasil ficou entre as três piores.

Fonte: Guia do Estudante

CPA no ARCO UNIGRANRIO

quarta-feira, julho 22nd, 2015

 

Recentemente a UNIGRANRIO entrou em parceria com o Google. Com isso, os produtos mais conhecidos, como Gmail, Drive, Google+ agora podem ser utilizados afim de se obter um melhor relacionamento. Foi criado o ambiente de relacionamento corporativo, chamado ARCO. A CPA viu nele, um espaço para que pudesse divulgar o seu trabalho e criar um contato mais próximo com toda a comunidade.

Acompanhe o vídeo da CPA e o ARCO em: arco.unigranrio.com.br

 

 

 

 

Rotarianos no Trânsito

quinta-feira, maio 29th, 2014

ROTARIANOS NO TRÂNSITO

Uma Campanha de Preservação da Vida pela iniciativa do Distrito 4570 coordenada pelo Companheiro Adílio Valadão, do Rotary Club São João de Meriti. Coordenador de Comunicação: Antônio J. C. da Cunha – Rotary Club Duque de Caxias

O Grupo Rotarianos no Trânsito apoia esta iniciativa

Fonte: Antônio Joaquim C. da Cunha (Rotary Club Duque de Caxias)

Aroldo Araújo – Rotary Club Rio de Janeiro

quinta-feira, abril 24th, 2014

http://www.folhadirigida.com.br/fd/Satellite/concursos/noticias-Cidadania-2014-2000071776327/Personalidade-Cidadania-conheca-os-eleitos-de-2014-2000071776727-1400002102880

Fonte: Folha Dirigida

PERSONALIDADES ELEITAS: Antônio Albuquerque  -  Aroldo Araujo  -  Átila Roque  -  Carlos Alberto Serpa  -  Fernanda Montenegro  -  Joaquim Barbosa  -  José Mariano Beltrame  -  Leila Mariano  -  Lucélia Santos  -  Mauro Morelli.

DEZ PESSOAS E TRÊS INSTITUIÇÕES SERÃO CONDECORADAS, NO PRÓXIMO DIA 8 DE MAIO, EM RECONHECIMENTO AO TRABALHO EM PROL DO AVANÇO DA CIDADANIA NO PAÍS

Conheça os eleitos de 2014

FAGNER TORRES

fagner.torres@folhadirigida.com.br

Com 4.287 votos computados, foram escolhidos 13 expoentes , sendo dez pessoas e três instituições, que receberão o título Personalidade Cidadania 2014 por contribuírem efetivamente para o desenvolvimento humano e para o avanço da cidadania no país, nas áreas de Educação,

Trabalho e Promoção Social. A iniciativa da Associação Brasileira de Imprensa (ABI), da Academia Brasileira de Filosofia (ABF) e da FOLHA DIRIGIDA condecora aqueles que, por meio de suas atividades, promovem o bem comum e o desenvolvimento da sociedade brasileira, na visão dos eleitores. A votação foi feita por meio da internet, com base em colégio eleitoral composto por representantes de diversos segmentos da sociedade.

Na edição de 2014, dois personagens foram eleitos pela terceira vez, ingressando assim na Galeria das Grandes Personalidades. São eles: o presidente da mais alta Corte do país, o Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Joaquim Barbosa; e o secretário de Segurança Pública do Estado do Rio de Janeiro, José Mariano Beltrame. A partir de agora, as duas autoridades pertencem a um seleto grupo que conta com Carlos Lupi, Célio Borja, Dom Eugênio Sales, Dom Orani João Tempesta, Israel Klabin, Sérgio Cabral Filho e Zilda Arns, e não poderão mais ser eleitos.

Além disso, quem passa a fazer parte do grupo eleito por duas vezes, com o resultado deste ano, e que, portanto, depende apenas de mais uma indicação para ingressar no seleto hall, é a presidente do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro (TJ-RJ), desembargadora Leila Mariano, e a Arquidiocese do Estado do Rio de Janeiro, esta última, entre as instituições.

Os demais escolhidos para receber Personalidade Cidadania 2014 foram os seguintes: o superintendente regional do Trabalho do Rio de Janeiro, Antônio Henrique Albuquerque; o diretor-executivo da Anistia Internacional Brasil, Atila Roque; o publicitário Aroldo Araújo; o presidente da Fundação Cesgranrio, Carlos Alberto Serpa; a atriz e ícone do cinema, teatro e televisão do país Fernanda Montenegro; a também atriz, e que recentemente se envolveu em uma polêmica em torno da precarização do transporte público no Rio de Janeiro, Lucélia Santos; e o bispo da Diocese de Duque de Caxias, Dom Mauro Morelli.

Entre as organizações, além da Arquidiocese do Estado do Rio de Janeiro, a condecoração vai para a Comissão Nacional da Verdade, que tem por finalidade apurar graves violações de Direitos Humanos no Brasil, ocorridas entre 18 de setembro de 1946 e 5 de outubro de 1988; e para o projeto Mais Leitura, coordenado pela Imprensa Oficial do Rio de Janeiro, que visa a promover a democratização do acesso ao livro. A cerimônia da entrega dos títulos acontecerá no dia 8 de maio, em local ainda a definir. Leia, a seguir, o perfil de cada

um dos homenageados na edição 2014:

Antônio Henrique de Albuquerque Filho

Advogado e, atualmente, é superintendente regional do Trabalho do Rio de Janeiro. Na sua trajetória, foi empresário no setor de alimentação e já ocupou o cargo de direção no Sindicato das Indústrias de Laticínios do Rio e no Centro de Abastecimento do Estado da Guanabara (Cadeg). Além disso, foi ouvidor-geral do Procon-RJ e assessor do ministro Carlos Lupi. Atualmente, também faz parte dos conselhos do Sesi, Senai, Sesc e Senac, e é militante do Partido Democrático dos Trabalhadores (PDT).

Aroldo Araújo
Publicitário, Aroldo Araújo deu uma contribuição singular não apenas para o Rio de Janeiro, mas para todo o Brasil. Foi por meio de sua agência de comunicação homônima que ocorreram as campanhas de votação que elegeram o Cristo Redentor como uma das Sete Maravilhas da Modernidade. Com 50 anos de atuação no mercado da Propaganda, ele foi eleito, em 2002, como a Personalidade Publicitária do ano pelo Sindicato dos Publicitários do Estado do Rio de Janeiro (Sindpubrj).

Atila Roque
Atila Roque é formado em História e é diretor-executivo da Anistia Internacional Brasil, movimento responsável pela proteção dos Direitos Humanos. Possui experiência com organizações da sociedade civil, tanto no Brasil como no exterior, tendo atuado na Diretoria do Ibase e do Inesc. Foi diretor-executivo da ActionAid-USA, com sede em Washington, nos Estados Unidos. Também foi diretor da Associação Brasileira de Organizações Não-Governamentais (Abong) e um dos fundadores do Fórum Social Mundial.

Carlos Alberto Serpa de Oliveira
Carlos Alberto Serpa de Oliveira nasceu em 1942 na cidade do Rio de Janeiro. Em 1964, formou-se em engenheiro industrial e metalúrgico, na Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio). Desde 1971, é o presidente da Fundação Cesgranrio. Além disso, é diretor da Casa de Arte e Cultura Julieta de Serpa, presidente da Associação Cultural da Arquidiocese do Rio de Janeiro e membro do Conselho Diretor das Faculdades Católicas e da Associação Mantenedora da PUC/RJ, entre outros.

Fernanda Montenegro

Hoje, com 84 anos, a grande Dama do Teatro Brasileiro tem o talento reconhecido também no exterior. Ganhou o Urso de Prata de melhor atriz pela interpretação da professora Dora, no filme Central do Brasil, de Walter Salles, que também lhe rendeu uma indicação ao Oscar de melhor atriz, em 1999. Recentemente, venceu na categoria Melhor Performance Feminina o Emmy Internacional com o especial de televisão “Doce Mãe”, transmitido pela Rede Globo de Televisão.

Joaquim Barbosa
Escolhido pela terceira vez para receber o título de Personalidade Cidadania, o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Joaquim Barbosa, passa a integrar em 2014 a Galeria das Grandes Personalidades (foi eleito também em 2008 e 2012). Joaquim Barbosa ganhou notoriedade nacional por seu protagonismo no julgamento do caso conhecido como Mensalão, em que mais de 20 foram condenados, entre eles o ex-ministro da Casa Civil José Dirceu. Foi aclamado por muitos como uma espécie de herói do povo brasileiro, sendo, inclusive, cogitado para a Presidência da República. Recentemente, no entanto, descartou entrar na disputa pelo cargo.

José Mariano Beltrame

Há sete anos à frente da Secretaria de Segurança Pública do Estado do Rio de Janeiro, José Mariano Beltrame, é uma referência quando o assunto é relacionado à segurança e ao combate ao crime organizado, principalmente por ser um dos responsáveis pela implantação do programa de Unidade de Polícia Pacificadora (UPP). Na Polícia Federal, onde ingressou em 1981, Beltrame atuou na área de repressão a entorpecentes e exerceu funções no setor de Inteligência. Como delegado, foi coordenador da Missão Suporte, chefe do Serviço de Inteligência e da Interpol.

Leila Mariano

A desembargadora Leila Mariano foi a primeira mulher a ocupar, em fevereiro de 2013, a presidência do Tribunal de Justiça do Rio, onde completará seu biênio como nome forte da Justiça fluminense, em 2015. Formada em 1972 pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Leila Maria Carrilo Cavalcante Ribeiro Mariano ingressou na magistratura em 1979, passando a desembargadora em 1998. Seu nome é um dos indicados para receber o Prêmio Personalidade Cidadania 2014 pelo intenso trabalho feito em prol dos que buscam na justiça a sua cidadania.

Lucélia Santos

Ficou internacionalmente famosa pela sua atuação na telenovela Escrava Isaura, exibida em 79 países. Recentemente, teve muita repercussão o fato de ter sido fotografada, no Rio, dentro de um ônibus lotado. Ela ficou indignada com a surpresa das pessoas e disse que “o Brasil é o único país que conheço em que andar de ônibus é considerado politicamente incorreto. As pessoas deveriam dar prioridade ao transporte coletivo para proteger o meio ambiente”.

Mauro Morelli

Em sua atuação à frente da Diocese de Duque de Caxias, lutou por uma igreja aberta aos problemas do mundo e defendeu a dignidade e os direitos humanos. Destacou-se pelo combate à miséria e à fome e na luta pela ética e cidadania. Foi um dos fundadores do Movimento pela Ética na Política. Junto com Betinho, fortaleceu a Ação da Cidadania contra a Fome, a Miséria e pela Vida. Tem atuação destacada em vários programas de combate à fome e à desnutrição.

Fonte: Antônio Joaquim da Cunha – Rotary Club Duque de Caxias (Distrito 4570)

http://www.folhadirigida.com.br/fd/Satellite/concursos/noticias-Cidadania-2014-2000071776327/Personalidade-Cidadania-conheca-os-eleitos-de-2014-2000071776727-1400002102880

Nota

terça-feira, agosto 13th, 2013

Não deixe de participar!

segunda-feira, março 18th, 2013

Já está disponível, a avaliação de curso, que tem como objetivo traçar o perfil do Discente da UNIGRANRIO. Para responder ao questionário basta entrar no seu portal. Ficará acessível até o dia 19 de abril de 2013 e valerá 10 horas complementares.

Acompanhe!

quinta-feira, maio 19th, 2011

  

Os Relatórios das Autoavaliações Institucionais realizadas pela CPA junto aos cursos de graduação da Unigranrio e seus resultados estão publicados para consulta pública no site da CPA, no seguinte endereço: http://www.unigranrio.br/unidades_adm/cpa/resultados.html .

 

 

Fique ligado!

quinta-feira, maio 19th, 2011

 

Anualmente, a CPA  encaminha ao Ministério da Educação o Relatório das suas atividades. Esses Relatórios estão disponíveis para consulta pública no site da CPA, no seguinte endereço: http://www.unigranrio.br/unidades_adm/cpa/documentos.html .

 

 

O PODER DA AVALIAÇÃO

segunda-feira, setembro 14th, 2009

          

           Para nós, da Unigranrio, a avaliação institucional, realizada pela Comissão Própria de Avaliação e pelas Comissões Externas, designadas pelo Ministério da Educação, produziu o efeito de avançar, em vários setores, de estágios, ainda insatisfatórios, para os degraus de melhor qualidade.

         O processo de avaliação do ensino superior é relativamente recente, no Brasil, excentuando-se o ensino de pós-graduação,  que, há mais de 40 anos, é avaliado pelo Sistema CAPES  com excelentes resultados.

Na graduação, as resistências existentes foram diminuindo, embora   algumas experiências não tivessem sido bem sucedidas, chegando, ao modelo atual, com alguns resultados plenamente favoráveis.

         A experiência da Unigranrio teve início antes mesmo da implantação do PAIUB – Programa de Avaliação de Instituições Universitárias Brasileiras.  O  projeto de Avaliação Institucional, apresentado ao MEC era condição para participar do  programa, desativado alguns anos depois. O surgimento do SINAES – Sistema Nacional de Avaliação da Educação de Ensino Superior, veio  preencher uma lacuna existente na avaliação educacional, ampliando o debate sobre o tema.

         Em novembro de 1997, promoveu a Universidade do Grande Rio, em suas dependências, na Cidade do Rio de Janeiro, o Seminário Internacional sobre Avaliação e Qualidade do Ensino Superior juntamente com o Conselho de Reitores das Universidades Brasileiras – CRUB – a International Association of University Presidents IAUP e o Grupo Coimbra – Círculo Europeu do Rio de Janeiro.

         O documento síntese, pouco avançou, embora considerasse a realização do seminário, um dos marcos do debate que se ampliava na América Latina, a partir de experiências relatadas por representantes dos países da Europa.

Das conclusões consideramos mais importante “o fato de que a avaliação veio para ficar e de que ela só depende do quanto se possa decidir a seu respeito para consolidar seus processos”.

         Foi igualmente, conclusão do Seminário:

“Independentemente do que podem fazer os governos, a preocupação com a qualidade é questão que deve impregnar todos os nossos atos, cada uma de nossas deliberações e decisões. Como já foi dito tantas vezes, as gerações de hoje, e mais ainda as futuras gerações, não mais tem ou terão como referência questões como as de distinção entre universidades públicas ou particulares, pagas ou gratuitas, grandes ou pequenas, senão a de universidades boas ou ruins”.

Assim entendemos a avaliação na Unigranrio e, assim, continuaremos, para consolidar nossos valores, buscando a qualidade que todos desejamos.

A posição de primeira colocada entre as melhores Universidades particulares em sentido estrito (não comunitárias, não confessionais) do Rio de Janeiro, é resultado do esforço de cada um e de todos que integram o seu corpo docente, discente e administrativo.

 

 

Ernani Bayer

Presidente da CPA da UNIGRANRIO

Membro da Academia Brasileira de Educação