Blogs Unigranrio

 

Pós-Graduação da UNIGRANRIO tem pesquisadores contemplados no Jovem Cientista do Nosso Estado (JCNE) da FAPERJ

Pós-Graduação da UNIGRANRIO tem vários pesquisadores contemplados no Jovem Cientista do Nosso Estado (JCNE) da FAPERJ

Professores de seus cursos de Mestrado e Doutorado foram contemplados em um dos mais importantes Editais da FAPERJ: Jovem Cientista do Nosso Estado (JCNE). Os pesquisadores contemplados receberão bolsas de bancadas mensais para financiamento de seus projetos por 36 meses (3 anos).

Os professores contemplados no Jovem Cientista do Nosso Estado(2016-2018):

Andrea Velloso da Silveira Praça – Ciência ao alcance de todos

Eline das Flores Victer – O uso de materiais didáticos como uma ferramenta facilitadora para  o ensino de matemática

João Felipe Rammelt  Sauerbronn -Imagens do Corpo na Sociedade de Consumo  - Uma Investigação Videográfica sobre Corpo e Mercado

Márcio Luiz Corrêa Vilaça – Tecnologias, Mídias e Inovação na Educação na Era Digital: Cultura Digital, Letramento Digital, Infoinclusão e Formação de Professores

Renato da Silva – Mosquitos, Cidades e Educação: o legado da Campanha Nacional de  Erradicação da Malária (1958-1965) para o combate as epidemias de Dengue, Zika e Chikungunya.

Victor Talarico Leal Vieira – Influência da esterilização nas propriedades mecânicas e na biocompatibilidade de instrumentos endodônticos fabricados com ligas de NiTi convencional, M-wire, Fase R e Memória controlada

A professora Cleonice Puggian, que já era Jovem Cientista do Nosso Estado, também teve novo projeto contemplado: Baixada Das Águas: Conflitos Ambientais, Educação E Políticas Públicas Na Região Hidrográfica Da Baía De Guanabara

 

O site da FAPERJ destaca características necessárias para a aprovação dos projetos:

Os pesquisadores aprovados tiveram que comprovar vínculo empregatício em instituições de ensino e pesquisa fluminenses, projetos meritórios, produção científica qualificada, histórico de formação de recursos humanos…

 

Jerson Lima, Diretor Científico da FAPERJ, declarou ao site da agência:

“são programas bastante competitivos, com um grande número de submissões. E, para evitar qualquer tipo de conflito de interesses, sua avaliação tem sido realizada por um comitê de pesquisadores de fora do Rio de Janeiro”

 

 

 

 

 

 

Leia Mais

FAPERJ divulga projetos de Iniciação Científica(IC) contemplados com bolsas

A FAPERJ divulgou no dia 11 de agosto a relação dos novos bolsistas contemplados no programa de Iniciação Científica (IC). O resultado refere-se à primeira janela de inscrições de 2016.

Projetos de Professores da UNIGRANRIO foram contemplados com bolsas de Iniciação Científica.

 

Docente: Carina Maciel da Silva Boghossian

Discente: Edisa de Oliveira Sousa

Pesquisa: Bactérias orais e não orais no espaço subgengival de implantes dentários recém instalados e ao longo de 6 meses

 

 

Docente: Emmanuel João Nogueira Leal da Silva

Discente: Carina Taboada Ronconi Unigranrio

Pesquisa: Avaliação da expressão de substância P e receptores NK em fibroblastos após o contato com cimentos endodônticos

 

Docente: Júlio César da Silva

Discente: Aryane Melo de Castro Unigranrio

Pesquisa: Estudo e Aplicação da Técnica Ultrassônica para Monitoramento de Estruturas Metálicas na Universidade do Grande Rio

 

Docente: Plinio Mendes Senna

Discente: Emanuela Emilia Cabalini Pereira Monteiro

Pesquisa: Avaliação da associação de clorexidina com carbodiimida na prevenção da degradação da interface adesiva dentinária

 

Resultado Final da FAPERJ: http://www.faperj.br/downloads/resultados_ic_2016_1.pdf

Leia Mais

Almanaque UNIGRANRIO de Pesquisa 2016 – Vol 1 – Num 1

Está disponível para download o Almanaque Unigranrio de Pesquisa 2016 – Volume 1, Número 1.

Faça aqui o Download do Almanaque UNIGRANRIO de Pesquisa 2016-1

O Almanaque Multidisciplinar de Pesquisa e o Almanaque Unigranrio de Pesquisa apresentam, mais uma vez, artigos em variadas áreas do conhecimento. Neste número, os textos incluem as áreas de Ciências Humanas, Ciências Sociais Aplicadas e Tecnologia, Ciências da Saúde e Ciências Exatas.

Na seção de Artigos Especiais, os professores Breno Cruz, da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, e Steven Ross, da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro trazem uma importante e atual discussão sobre consumo e intolerância.

O Editorial, de autoria da professora Rosane Oliveira, coordenadora adjunta do Programa de Pós-Graduação em Humanidades, Culturas e Artes da Unigranrio, comenta o artigo dos pesquisadores Breno Cruz e Steven Ross, estabelecendo um interessante diálogo.

O Almanaque Unigranrio de Pesquisa é uma publicação digital da Pró-Reitoria de Pós-Graduação e Pesquisa da UNIGRANRIO, classificada com Qualis da CAPES.

O periódico multi e interdisciplinar tem como objetivo não apenas divulgar a produção docente e discente da Instituição, como também a de pesquisadores externos.

A publicação está organizada em quatro seções destinadas às áreas de Ciências Humanas, Ciências Sociais Aplicadas, Ciências Exatas e Tecnologia e Ciências da Saúde.

Recentemente, buscando agilizar o processo editorial, estruturou-se uma versão online do Almanaque, o Almanaque Multidisciplinar de Pesquisa.

Acesse aqui o Almanaque Multidisciplinar de Pesquisa!

 

 

 

Leia Mais

Edital do PROPESQ – Bolsas de Produtividade em Pesquisa

A Pró-Reitoria de Pós-Graduação e Pesquisa – PROPEP – abriu as inscrições para o Programa Institucional de Bolsas de Produtividade em Pesquisa FUNADESP/UNIGRANRIO (EDITAL 2016) .

O PROPESQ, conforme informa o site do Programa de Bolsas:

O PROPESQ é um programa de incentivo à produção Científica, Técnica e Artística dos docentes da Unigranrio, com prioridade para os projetos comprometidos com a inovação para o desenvolvimento social e econômico da Região Metropolitana do Rio de Janeiro, mediante, entre outros instrumentos, a concessão de bolsa especial de pesquisa…

O programa está organizado em 4 categorias de Bolsas:

PROPESQ 1A — Bolsa especial de pesquisa destinada a professores dos Programas de Pós-Graduação stricto sensu da Unigranrio, com pontuação — no último triênio, de acordo com a CAPES, segundo a área do programa de pós-graduação – superior a 200 pontos, em regime de 40 horas semanais, com dedicação exclusiva à Unigranrio, participação mínima de 8 horas, como docente, em curso de graduação na Escola a que está vinculado e, no mínimo, a responsabilidade de orientação de um pós-graduando e uma iniciação científica.

PROPESQ 1B — Bolsa especial de pesquisa destinada a professores dos Programas de Pós-Graduação stricto sensu da Unigranrio, com pontuação — no último triênio, de acordo com a CAPES, segundo a área do programa de pós-graduação – superior a 150 pontos, em regime de trabalho de 20 a 40 horas semanal, participação mínima de 20% de carga horária total, como docente, em curso de graduação na Escola a que está vinculado e, no mínimo, a responsabilidade de orientação de um pós-graduando e uma iniciação científica.

PROPESQ 1C — Bolsa especial de pesquisa destinada a docentes doutores, professores de Cursos de Graduação da Unigranrio, em regime de 20 a 40 horas semanal e, no mínimo, a responsabilidade de orientação de um bolsista de iniciação científica.

PROPESQ 2 — Bolsa especial de pesquisa destinada a docentes mestres, professores de Cursos de Graduação da Unigranrio, em regime de 20 a 40 horas semanal e, no mínimo, a responsabilidade de orientação de um bolsista de iniciação científica.

Clique na imagem abaixo e acesse a página oficial do PROPESQ e confira o EDITAL 2006:

Edital do PROPESQ 2016

 

 

Leia Mais

Almanaque UNIGRANRIO de Pesquisa e Almanaque Multidisciplinar de Pesquisa: Nova edição publicada

Já está disponível a Edição 2015-2 do Almanaque UNIGRANRIO de Pesquisa.

Apresentamos o segundo número de 2015 do Almanaque Multidisciplinar de Pesquisa (Acesse aqui!)  e do Almanaque Unigranrio de Pesquisa (Download Aqui) , que traz, mais uma vez, artigos de diferentes áreas do conhecimento.

Na seção de Artigos Especiais, a professora do curso de Medicina e do programa de Pós-Graduação BIOTRANS, da Unigranrio, Cristiane Lamas, e suas alunas de graduação, Camila Ribeiro e Cecília Menezes tecem uma importante e atual discussão sobre os achados epidemiológicos recentes relativos ao sarampo e suas implicações. É sobre este artigo o editorial deste número, escrito pelo professor Márcio Neves Bóia, professor da UERJ e pesquisador da Fiocruz. Em seu texto, o professor Bóia estabelece uma interessante discussão com o artigo da professora Cristiane Lamas.
Neste número, contamos com artigos em todas áreas do conhecimento, de professores de diferentes instituições do país, como a Universidade de Brasília, a Universidade Federal de Pelotas, a Universidade do Estado da Bahia e a Universidade Federal do Espírito Santo.
Esperamos que cada vez mais pesquisadores participem da nossa revista, não apenas como leitores, mas como futuros autores, para que possamos fortalecer o diálogo inter-instituicional.

Faça o Download do Almanaque UNIGRANRIO de Pesquisa

Leia Mais

I Encontro de Formação Popular: Saneamento Básico e Políticas Púbicas

No dia 27 de fevereiro de 2016,  a UNIGRANRIO sediou o I Encontro de Formação Popular: Saneamento Básico e Políticas Púbicas. Trata-se de um encontro promovido pelas organizações da sociedade civil que compõem Comitê de Saneamento de Duque de Caxias.

O evento foi dinamizado pela Profa. Dra. Cleonice Puggian, do Programa de Pós-Graduação em Humanidades, Culturas e Artes, que é também primeira secretária do Conselho Municipal de Meio Ambiente de Duque de Caxias.

A professora Cleonice Puggian ressaltou a importância do evento para a formação e organização da sociedade civil no município, que deve colaborar ativamente na constituição do Plano Municipal de Saneamento Básico, a ser finalizado até dezembro de 2017.

Compareceram ao evento lideranças comunitárias, estudantes de graduação e pós graduação e integrantes da equipe de pesquisa do Projeto Blue Grass, incluindo duas doutorandas da UFRJ e o professor Gilles Massardier, que é diretor de pesquisa do CIRAD, instituição pública de caráter industrial e comercial, sob a dupla tutela do Ministério da Educação Superior e da Investigação e do Ministério dos Negócios Estrangeiros e Europeus da França.

 

Leia Mais

FAPERJ divulga Calendário de Auxílios de 2016

A FAPERJ divulgou no último dia 13 o calendário para auxílios da agência de fomento.  Pesquisadores devem ficar atentos às datas.  O site da FAPERJ aponta que há mudanças no calendário. Algumas chamadas de auxílios passam a ter apenas uma edição anual.

 

A principal alteração diz respeito ao número de chamadas de algumas modalidades de Auxílios e Bolsas, que passarão a ter apenas uma janela de inscrições anual (APQ 1, APQ 3, APQ 4, APQ 5 e ADT 1).

O prazo de execução do APQ 1 e do ADT 1, que antes era de 12 meses, passou a ser de 24 meses. Com isso, os contemplados em uma determinada edição não poderão submeter projetos na edição subsequente.

 

A notícia sobre o calendário pode ser acessada no seguinte link: http://www.faperj.br/?id=3096.2.4

O calendário pode ser consultado neste link!

Leia Mais

IV Seminário Vozes da Linguística Aplicada – Chamada de Trabalhos

Está aberta a chamada de trabalhos (comunicação oral) para o IV Seminário Vozes da Linguística Aplicada, que acontecerá nos dias 26 e 27 de Abril de 2016, no Campus I da UNIGRANRIO, em Duque de Caxias.
Prazo de Submissões de Trabalhos: 31 de Janeiro de 2016

O evento é organizado pelo Grupo de Pesquisa LATED (Linguística Aplicada, Tecnologias e Educação), uma realização do Programa de Pós-Graduação em Humanidades, Culturas e Artes da UNIGRANRIO.

O site do evento: http://dominioacademico.com/linguisticaaplicada/

E-mail do evento: vozesdalinguisticaaplicada@gmail.com

O Vozes da Linguística Aplicada está recebendo submissões de trabalhos nas seguintes temáticas:
•Formação de professores de línguas
•Tecnologias, Linguagem e Ensino
•Leitura, letramentos e gêneros textuais
•Metodologia e Ensino de Língua Materna
•Metodologia e Ensino de Línguas Estrangeira
•Discurso, Identidade e Mídia
•Materiais Didáticos de Línguas

Haverá também uma chamada de artigos dos trabalhos apresentados no evento.

Leia Mais

Programas de Pós-Graduação da UNIGRANRIO têm projetos contemplados em Edital da FAPERJ

Todos os Programas de Pós-Graduação Stricto Sensu da UNIGRANRIO tiveram projetos contemplados no edital Apoio Emergencial para os Programas e Cursos de Pós-Graduação Stricto Sensu do Estado do Rio de Janeiro – 2015.

A FAPERJ divulgou os projetos contemplados na última quinta-feira, dia 12 de novembro.

Conforme salienta o site da FAPERJ:

Puderam encaminhar propostas coordenadores ou coordenadores-adjuntos de programas e cursos de pós-graduação stricto sensu sediados em ICTs do estado, credenciados pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), juntamente com a ata de aprovação do projeto no colegiado do programa ou curso, e com a anuência da instituição a que pertence. Cada programa pôde apresentar apenas uma proposta no âmbito deste edital.

Os projetos da UNIGRANRIO contemplados foram:

Apoio ao Curso de Mestrado Profissional em Odontologia da UNIGRANRIO – EDSON JORGE LIMA MOREIRA

Programa de Pós-graduação em Ensino das Ciências na Educação Básica: Plano de Ação Emergencial para suporte à Educação Básica na Baixada Fluminense – Giseli Capaci Rodrigues

Pesquisas Interdisciplinares do Programa de Pós-graduação em Humanidades, Culturas e Artes da UNIGRANRIO – Márcio Luiz Corrêa Vilaça

Apoio ao Desenvolvimento de Atividades de Ensino e Pesquisa do Programa de Pós-graduação em Administração PPGA/UNIGRANRIO – Rejane Prevot Nascimento

Apoio ao Programa de Biomedicina Translacional- BIOTRANS, da associação institucional UNIGRANRIO/INMETRO/UEZO – Virginia Genelhu de Abreu Francischetti

 

As propostas foram analisadas por um Comitê Especial de Julgamento, designado pela diretoria da FAPERJ. Nessa análise, foram avaliados diversos critérios além do mérito técnico-científico, entre os quais o impacto desses recursos  para a melhoria do conceito do programa e/ou curso junto à Capes; o escopo da utilização dos recursos solicitados e sua abrangência em relação as linha de pesquisas do programa e/ou curso; o impacto dos recursos solicitados para a melhoria da produção acadêmica e para a melhoria da integração entre graduação e pós-graduação; a adequação do orçamento aos objetivos e metas apresentadas para uso do recurso emergencial; e sobretudo a relevância dos recursos emergenciais propostos para aprimoramento do programa e seu desenvolvimento no cenário científico, tecnológico, econômico e social do estado do Rio de Janeiro. Os projetos terão prazo de até 12 meses, contados a partir da data de liberação dos recursos, para a sua execução.

Fonte: http://www.faperj.br/?id=3056.2.9

Leia Mais