Blogs Unigranrio

CONCURSO PARA SECRETÁRIOS EXECUTIVOS UFRJ

Concurso – Universidade Federal do Rio de Janeiro
Universidade Federal do Rio de Janeiro - Rio de Janeiro, RJ
A Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) divulgou edital de concurso p√ļblico para 54 vagas em cargos de n√≠vel m√©dio/t√©cnico e superior. Os sal√°rios s√£o de R$ 1.912,99 e R$ 3.138,70, respectivamente.

No site do Diário Oficial da União, é possível ver o edital (acesse o edital) .

As oportunidades são para o Laboratório de Apoio ao Desenvolvimento Tecnológico do Instituto de Química da UFRJ.

Os cargos de n√≠vel superior s√£o para analista de tecnologia da informa√ß√£o ‚Äď √™nfase em bioinform√°tica, analista de tecnologia da informa√ß√£o ‚Äď √™nfase em desenvolvimento web, farmac√™utico, – an√°lises farmac√™uticas, secret√°rio executivo, bi√≥logo, farmac√™utico ‚Äď an√°lise de agentes dopantes n√£o esteroidais, farmac√™utico ‚Äď an√°lise de esteroides, farmac√™utico ‚Äď an√°lise de prote√≠nas por espectrometria de massas, farmac√™utico ‚Äď an√°lise de prote√≠nas por t√©cnicas eletrofor√©ticas em gel, m√©dico veterin√°rio ‚Äď an√°lise de res√≠duos de alimentos, qu√≠mico ‚Äď an√°lise instrumental, qu√≠mico ‚Äď an√°lise por CG/C/EMRI, qu√≠mico ‚Äď garantia da qualidade e tecn√≥logo ‚Äď processos qu√≠micos.

As vagas de n√≠vel m√©dio/t√©cnico s√£o para t√©cnico de laborat√≥rio ‚Äď biotecnologia ‚Äď an√°lise de esteroides, t√©cnico de laborat√≥rio ‚Äď biotecnologia ‚Äď an√°lise de prote√≠nas, t√©cnico de laborat√≥rio ‚Äď controle ambiental, t√©cnico de laborat√≥rio ‚Äď meio ambiente, t√©cnico de laborat√≥rio ‚Äď metrologia, t√©cnico em qu√≠mica ‚Äď instrumenta√ß√£o anal√≠tica e t√©cnico em qu√≠mica ‚Äď metrologia qu√≠mica.

As inscri√ß√Ķes devem ser feitas no per√≠odo de 14 de novembro a 1¬ļ de dezembro pelo site www.pr4.ufrj.br . A taxa √© de R$ 70 para n√≠vel m√©dio e R$ 100 para n√≠vel superior.

A seleção será feita por meio de prova objetiva geral, prova objetiva específica, prova discursiva, prova prática e prova de títulos.

As provas objetivas ser√£o aplicadas na data prov√°vel de 2 de fevereiro de 2014.

O concurso terá validade de 2 anos e poderá ser prorrogado, uma vez, pelo mesmo período.


Fonte : G1

Fonte : SINSEP, 2013

Congresso Internacional de Secretariado

Programação

21/11/2013 (quinta-feira)

Credenciamento 13h às 17h30
Cerim√īnia de Abertura 18h √†s 19h
Palestra Magna: Secretariado Multicultural em Ambiente
Colaborativo: Desafios e Oportunidades ‚ÄstViviane Mos√©

Coquetel

19h às 20h30

20h30 às 22h


22/11/2013 (sexta-feira)

Palestra: The Power of Innovation in an Administrative Career through the Internacional Association of Administrative Professionals – IAAP (haver√° tradu√ß√£o simult√Ęnea) -¬†Lina M. Veglia 9h √†s 10h30
Espaço Expositor 10h30 às 11h
Palestra: Competência Intercultural - Andrea Sebben 11h às 12h30
Almo√ßo 12h30 ‚Äď 14h
Palestras Simult√Ęneas ‚Äď Cient√≠fico / Qualifica√ß√£o / Empregabilidade 14h √†s 15h30
Palestras Simult√Ęneas ‚Äď Cient√≠fico / Qualifica√ß√£o / Empregabilidade 15h30 √†s 17h
Espaço Expositor 17 às 17h30
Lounge do Conhecimento 17h30 às 19h


23/11/2013 (s√°bado)

Palestra: Estrat√©gia e Gest√£o Internacional -¬†Manuel Portugal 8h30 ‚Äď 9h30
Painel: Inova√ß√£o? O Secretariado d√° exemplo -¬†Jaqueline Trevisol (Embraer) e¬†Roseli Soares (Microsoft) 9h30 ‚Äď 10h30
Espaço Expositor 10h30 às 11h
Resolu√ß√Ķes do Congresso 11h √†s 12h
Encerramento: O que Levamos para Casa? ‚ÄstEquipe Santa Gente 12 √†s 13h30
Cenários de Campos do Jordão para Eventos (Visitas Técnicas)15h às 19h
Campos do Jord√£o Convention & Visitors Bureau
15h às 19h

30/09 DIA DO SECRETÁRIO

PARAB√ČNS !!!

Concurso Secretariado Executivo

O aluno ou egresso do Curso de Secretariado Executivo da UNIGRANRIO  que postar a frase mais criativa e original ganhará  1 Kit Semana Acadêmica Secretariado Executivo + 2 igressos para recital no Teatro Municipal do Rio de Janeiro.

Responda a pergunta:  Por que você escolheu ser Secretário Executivo?  Está satisfeito?

Resultado : 05/10/2013

Ganhadora: Deise Borges!


De 30/09 a 02/10/2013  Escola de Ciências Sociais APlicadas

Programa

30/09/2013
18: 00 -   Credenciamento
19:00 – Abertura ¬†do evento Prof¬ļ C√©sar Vargas – Diretor da ECSA
19:10‚Äď Palestra : Auto-desenvovimento ¬†profissional : 10 atitudes para o¬† sucesso – Profa. Solimar Patriota ‚Äď Coordenadora do Curso de Letras ‚Äď UNIGRANRIO
20:15- Coquetel de confraternização/ sorteios (alunos do curso  de Secretariado credenciados) РSala do espelhos
01/10/2013
19:00¬† – Palestra: Pol√≠ticas de sustentabilidade ambiental como forma de reduzir riscos e¬†¬†¬† agregar valor √†s organiza√ß√Ķes‚ÄĚ. Prof¬™ Daniele Stelzer
02/10
II Mostra Hispano- Americana do Curso ¬†de Secretariado Executivo √†s 18:00 horas ( Bloco L 3¬ļ andar)

APRENDA A GERENCIAR SEU TEMPO

Fonte: Ig

Aprenda a gerenciar o seu tempo

17.09.2013 – Por Universo Jatoba -
Ujatoba_relogio

Tem gente que vive correndo e jura que não tem tempo para nada! Vamos parar e repensar, afinal todos nós precisamos de qualidade de vida e talvez seja apenas uma questão de organização. Hoje vou te dar dicas que podem ajudar a realizar todas as tarefas de forma bem feita , sem precisar se matar para cumprir todos os compromissos da agenda e ainda ter tempo de se dedicar ao lazer e à família.

E olha: vale para a vida pessoal e profissional, afinal elas andam juntas.  Se uma está em ordem, a outra também está!

Primeiro procure centralizar os seus afazeres, ou seja, fa√ßa uma listinha onde julgar mais f√°cil, no celular ou mesmo num bloquinho de papel. A√≠ voc√™ tem a no√ß√£o de tudo sem precisar ficar pensando: ‚Äúo que √© que eu tinha que fazer mesmo?‚ÄĚ.

Defina as prioridades. Sempre tem os assuntos mais importantes ou urgentes, não tem jeito. Mantenha o foco nessas atividades primeiro, faça bem feito e livre-se delas. Lembre-se que se fizer uma coisa pensando nas outras mil que vêm depois, você pode ter que refazê-las. Não tem como achar que você consegue fazer duas ou três coisas juntas e aí pode acabar é perdendo tempo.

N√£o consegue parar de olhar o celular e a caixa de e-mail? Isto faz voc√™ perder tempo, sabia? √Č importante que voc√™ estabele√ßa intervalos para checar a caixa de entrada ou mesmo as redes sociais. Olhar de 5 em 5 minutos n√£o vai te deixar fazer nada direito.

Não fique desesperado por causa da mesa bagunçada ou da pressão do chefe! Mantenha a calma e continue fazendo uma coisa de cada vez. Ficar nervoso vai fazer com que você atrase para apresentar o resultado. Tente buscar maneiras que possam te ajudar com isso como, por exemplo, exercícios de respiração. Inspirar e expirar fundo nos deixa mais tranquilos.

Procure dividir o seu tempo entre trabalho, fam√≠lia e lazer. Este √© um limite que s√≥ n√≥s podemos nos colocar. Por √ļltimo, mantenha a sua sa√ļde em dia, com uma alimenta√ß√£o equilibrada e exerc√≠cios f√≠sicos regulares. Eu garanto que voc√™ ter√° muito mais disposi√ß√£o para enfrentar a rotina pesada.

Vamos desacelerar! Qualidade √© mais importante do que rapidez e para conseguir cumprir as tarefas, basta adotar pr√°ticas de organiza√ß√£o. √Č um exerc√≠cio, mas tenho certeza que sua qualidade de vida vai dar um salto!

Compartilhe

As dez carreiras de nível superior com maior expansão de vagas no Brasil Ipea aponta criação de mais de 300.000 postos de trabalho entre 2009 e 2012

Fonte: Revista Veja

As dez carreiras de nível superior com maior expansão de vagas no Brasil

Ipea aponta criação de mais de 300.000 postos de trabalho entre 2009 e 2012

Carreira

Entre 2009 e 2012, país criou 304.317 postos de trabalho para profissionais de nível superior (Thinkstock)

Entre janeiro de 2009 e dezembro de 2012, foram criados 304.317 postos de trabalho de jornada integral para profissionais de n√≠vel superior no Brasil. O dado consta do estudo¬†Radar ‚Äď Tecnologia, Produ√ß√£o e Com√©rcio Exterior, divulgado nesta quarta-feira pelo Instituto de Pesquisa Econ√īmica Aplicada (Ipea). A carreira de analista de TI (tecnologia da informa√ß√£o) foi a que registrou maior expans√£o no per√≠odo, com a cria√ß√£o de 49.535 vagas.

Segundo o estudo, cinco √°reas responderam por mais de 40% dos postos de trabalho de n√≠vel superior criados no pa√≠s. Na pr√°tica, a cada cem novos empregos, 40 eram destinados aos seguintes profissionais: analistas de TI, enfermeiros, profissionais de rela√ß√Ķes p√ļblicas e publicit√°rios, secret√°rios executivos e farmac√™uticos.

Em n√ļmeros absolutos, os estados que mais criaram vagas para esses cinco profissionais foram S√£o Paulo, Minas Gerais e Rio Grande do Sul. O Rio de Janeiro integra o grupo em quatro dos cinco casos: ficou abaixo dos demais apenas na cria√ß√£o de oportunidades para secret√°rios executivos.

O Ipea analisou ainda a criação de vagas frente à população dos estados. O levantamento mostra que profissionais de TI são requisitados principalmente nos estados da região Sul e em São Paulo. Já os enfermeiros têm mais oportunidades no Acre, Bahia, Espírito Santo, Sergipe e Tocantins.

Os dados foram extra√≠dos do dados Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) do Minist√©rio do Trabalho.¬†Os valores foram atualizados para pre√ßos de dezembro de 2012, segundo o √ćndice de Pre√ßos ao Consumidor Amplo (IPCA). Dessa forma, excluiu-se o efeito da infla√ß√£o no per√≠odo.

As dez carreiras de nível superior com maior expansão de vagas no Brasil (2009-12)

4¬ļ lugar – Secretariado executivo

http://veja.abril.com.br/assets/images/2013/5/150065/secretaria-size-620.jpg?1369845540

Foram criadas 14.017 vagas na √°rea. Proporcionalmente ao n√ļmero de habitantes, os estados que mais empregaram foram Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Goi√°s, Minas Gerais e Roraima.

Manifestações do povo brasileiro

RIO, PORTO ALEGRE E S√ÉO PAULO ‚ÄĒ Mesmo depois que S√£o Paulo e Rio suspenderam os reajustes nas tarifas do transporte coletivo, mais de um milh√£o de pessoas se comprometeram, por meio das redes sociais, a comparecer aos protestos convocados para hoje em pelo menos 80 cidades do pa√≠s, 17 delas capitais. Al√©m das cidades grandes, as manifesta√ß√Ķes devem paralisar, ainda, munic√≠pios de m√©dio porte. Em um esfor√ßo para frear atos de vandalismo ‚ÄĒ inclusive os saques ‚ÄĒ os pr√≥prios organizadores refor√ßam, na rede, o car√°ter pac√≠fico das passeatas.

A reivindica√ß√£o pelo cancelamento do reajuste das passagens de √īnibus j√° est√° adaptada √† realidade peculiar a cada cidade. As demandas variam entre exig√™ncia por mais seguran√ßa at√© constru√ß√£o de barragens. Enquetes checavam os principais pedidos. As pesquisas eram feitas tamb√©m para sugerir roupas e palavras de ordem. Al√©m do Rio, em Salvador os protestos v√£o ocorrer em meio aos jogos da Copa das Confedera√ß√Ķes.

Manifesta√ß√Ķes simult√Ęneas

No Rio, 231 mil pessoas haviam confirmado presen√ßa pelo Facebook, at√© a noite de ontem. Em S√£o Paulo, os confirmados chegavam a 153 mil. S√£o os dois maiores atos, com base na movimenta√ß√£o virtual. Em seguida, aparecem Recife (97 mil) e Campinas (66 mil). Ao todo, 12 milh√Ķes de convites haviam sido distribu√≠dos pelo Facebook ‚ÄĒ muitos recebem mais de um convite ou n√£o s√£o da cidade onde haver√° o ato.

Fonte :  http://oglobo.globo.com/pais/mais-de-um-milhao-deve-ir-as-ruas-hoje-em-80-cidades-8748907#ixzz2Wl3YJbGp .

Conflito nas Organizações: Relações construtivas e destrutivas

Fonte Blog Discutindo adm / 14 de junho/2013

Por Leonardo Marioto

As organiza√ß√Ķes n√£o operam sozinhas. Elas necessitam de capital humano para seu funcionamento de maneira¬†eficiente e eficaz, e, a partir do instante em que temos pessoas trabalhando, inevitavelmente surgem conflitos de interesses pessoais ou grupais, ou seja, objetivos distintos a cada grupo ou participante das empresas. A maior parte dos conflitos organizacionais √© provocada por conflitos pessoais (Chiavenato 2009). O conflito significa a exist√™ncia de id√©ias contr√°rias ou interesses pessoais que se chocam quando uma das partes influencia contrariamente ao interesse. Existem tr√™s premissas b√°sicas de acordo com Chiavenato (2009) que predisp√Ķem o conflito:

  1. Diferencia√ß√£o de atividades: Quando as organiza√ß√Ķes come√ßam a crescer, inevitavelmente, elas v√£o se tornando partes especializadas como subsistemas do sistema total. Na medida em que esta especializa√ß√£o vai se criando, come√ßa a¬†desenvolver nesses subsistemas uma personalidade pr√≥pria, como maneiras de pensar e agir particulares dos outros subsistemas integrantes da corpora√ß√£o. Esta diferencia√ß√£o, como √© chamada, √© uma fonte de conflitos.
  1. Recursos compartilhados: Como sempre ouvimos dizer os recursos organizacionais s√£o escassos. Estes recursos na maioria das vezes s√£o compartilhados com todas as partes integrantes das organiza√ß√Ķes. Se uma necessitar de mais recurso do que est√° sendo proposto, a outra parte ter√° que perder um pouco deste, gerando conflitos de interesses.
  1. Atividades interdependentes: O trabalho¬†atual √© gerido em equipes. A maioria das partes das organiza√ß√Ķes est√° inter-relacionadas umas com as outras, ou seja, se uma n√£o realiza seu trabalho de maneira eficiente e eficaz, a outra parte ter√° perdas.

Com esta breve descri√ß√£o de conflitos, estenderemos o tema no que concerne aos resultados positivos e negativos deste antagonismo. Primeiramente em se tratando de resultados positivos os conflitos geram estimula√ß√Ķes nas pessoas para fazerem o trabalho de forma mais eficiente, pois estimula energia interior. Temos tamb√©m o fortalecimento de sentimentos de identidade, pois os conflitos geram discuss√Ķes sobre objetivos determinados e interesses. Ele tamb√©m gera uma maior aten√ß√£o sobre problemas que est√£o afetando direta ou indiretamente os objetivos organizacionais e individuais. E por ultimo lugar, o conflito ajuda a n√£o manter o status quo (estado atual das coisas), agregando maior valor a inova√ß√£o.

J√° os resultados negativos de conflitos t√™m o desencadeamento de sentimentos de depress√£o, apatia, ansiedade etc. Segundo Chiavenato os conflitos tamb√©m desviam energias para ele mesmo, ao inv√©s desta energia ser canalizada para quest√Ķes mais positivas dentro da empresa. Pode-se tamb√©m¬†criar uma competi√ß√£o entre grupos e cada parte tomar de forma ego√≠sta seus objetivos, um bloqueando as atividades do outro e, em ultimo caso, estas desordens de pensamentos causa um mal estar entre os grupos, gerando uma competitividade n√£o sadia, prejudicando a empresa e seus participantes.

O desafio para os administradores modernos e l√≠deres √© fazer dos conflitos um aspecto menos estressante e tentar maximizar os efeitos positivos. Em toda e qualquer organiza√ß√£o, sempre haver√° diverg√™ncias de interesses. A chave √© lidar com essas diverg√™ncias da melhor maneira poss√≠vel, gerando uma competi√ß√£o sadia entre todos envolvidos. O grande passo para que isto n√£o se torne maior do que a corpora√ß√£o em si √©, em minha opini√£o, criar situa√ß√Ķes onde a comunica√ß√£o e a fala sejam coerentes e estimulantes para resolverem os problemas de maneira inteligente. Os l√≠deres devem estar com as portas abertas para todo e qualquer indiv√≠duo para tentar resolver os problemas, sempre ponderando de maneira l√≥gica ambos os lados. Como tudo nesta vida, nada melhor do que uma boa conversa e comunica√ß√£o para resolver os problemas que v√£o surgindo.

Bibliografia: CHIAVENATO, Idalberto. Recursos Humanos ‚Äď O capital humano das organiza√ß√Ķes; S√£o Paulo, editora Campus, 2009.

- See more at: http://discutindoadm.com/artigo-conflitos-nas-organizacoes-relacoes-construtivas-e-destrutivas/#sthash.diGB0CFI.dpuf

Secretária(o) Executiva(o) | Gestor (a) e Líder: novo perfil da secretária(o) executiva(o)

Por Ligia Ribeiro

Em virtude das altera√ß√Ķes advindas do cen√°rio globalizado competitivo, onde a troca de experi√™ncias e conhecimentos ocorre em ritmo acelerado, cada vez mais a secret√°ria executiva passa a exercer eficazmente suas habilidades gerenciais com o intuito de responder satisfatoriamente √†s exig√™ncias das organiza√ß√Ķes. Torna-se imprescind√≠vel que ela tenha uma vis√£o estrat√©gica de neg√≥cios para poder atuar em parceria com seu executivo e equipe, priorizando atividades, gerenciando informa√ß√Ķes, compreendendo os objetivos e metas a serem alcan√ßados e se comprometendo com a organiza√ß√£o.

A nova secret√°ria executiva possui habilidades gerenciais fortemente definidas: comunica√ß√£o assertiva, √™nfase no relacionamento interpessoal, capacidade de lidar com conflitos, de trabalhar em equipe, de coordenar uma tarefa, de supervisionar seus subordinados, de resolver problemas, de tomar decis√Ķes e de melhorar a qualidade e produtividade do trabalho.

A secret√°ria executiva atua hoje como multiprofissional, assumindo pap√©is polivalentes que permitem a ela administrar o fluxo de informa√ß√Ķes com compet√™ncia, conhecimento, criatividade, esp√≠rito empreendedor e efic√°cia, bem como gerenciar pessoas assertivamente, usando da intelig√™ncia emocional para enfrentar obst√°culos, resolver problemas e criar um ambiente de intera√ß√£o. Hoje, a secret√°ria busca alcan√ßar os objetivos e as metas se preocupando n√£o s√≥ com a produtividade e qualidade de seu trabalho, mas tamb√©m buscando desenvolver parcerias com a equipe e com os colegas por meio do seu envolvimento com assuntos corporativos e seu posicionamento na organiza√ß√£o como facilitadora e multiprofissional.

No cen√°rio atual as secret√°rias executivas¬†assistem a v√°rios executivos e equipe, assim como t√™m diversos subordinados sob sua supervis√£o, exigindo habilidades espec√≠ficas para administrar v√°rias tarefas e liderar v√°rios colaboradores que necessitam de sua supervis√£o. Nota-se que as organiza√ß√Ķes est√£o assimilando essa mudan√ßa de perfil e est√£o procurando investir em treinamentos gerenciais para que elas possam desenvolver seu potencial e realizar suas atividades com efic√°cia.
H√° uma compreens√£o por parte dos colegas, superiores e de toda organiza√ß√£o quanto ao novo perfil da secret√°ria assessora multifuncional. Em virtude dessa nova percep√ß√£o, elas est√£o participando ativamente de reuni√Ķes estrat√©gicas, inteirando-se dos assuntos corporativos, propondo id√©ias e sugest√Ķes, sendo ouvidas e reconhecidas como profissionais competentes, h√°beis e aptas a gerir processos e pessoas.

H√° ainda um ponto a ser aprimorado referente √† delega√ß√£o de tarefas. Talvez, devido ao extenso per√≠odo em que realizavam as atividades por si mesmas, as secret√°rias ainda t√™m dificuldade em exercer uma lideran√ßa mais democr√°tica junto a seu subordinado. Ainda h√° um controle autorit√°rio, por meio do qual elas determinam como as atividades ser√£o executadas pelos seus auxiliares. Isso decorre do receio de que sejam responsabilizadas por poss√≠veis erros que sua equipe possa cometer. Por√©m, esse comportamento vem se modificando aos poucos, j√° que as secret√°rias se predisp√Ķem a sanar d√ļvidas e a orientar seus subordinados durante a execu√ß√£o da atividade, o que demonstra j√° uma preocupa√ß√£o em treinar, orientar e direcionar o time em busca de um resultado.

Com a assimilação desse perfil mais empreendedor, as próprias secretárias visualizam mudanças em sua formação, por meio da realização de cursos de administração que propiciem uma visão mais estratégica e empreendedora, bem como o desenvolvimento das habilidades gerenciais e de liderança que a auxiliarão na sua performance executiva.

Mesmo n√£o exercendo cargos diretivos na organiza√ß√£o em que trabalha o que automaticamente lhe daria autoridade e poder gerencial, a secret√°ria executiva pode atuar como gestora de informa√ß√Ķes e processos e l√≠der dos colaboradores que se reportam a ela.
A secretária executiva tornou-se um elemento chave na organização, através de uma postura gerencial condizente com as tendências do mercado atual, englobando gestão de pessoas, comunicação interpessoal e comportamento organizacional. Com esta nova visão administradora, somando-se à habilidade de liderança, delegação de tarefas e capacidade de lidar com diferentes estilos de personalidade, esta profissional é capaz de assessorar de modo eficaz, não só seu gestor, como também a equipe com a qual trabalha.

CARVALHO, Antonio Pires (org.). Talentos brasileiros do secretariado executivo. S√£o Paulo: Secret√°ria Multifuncional, 2004.

CHIAVENATO, Idalberto. Gest√£o de pessoas: o novo papel dos recursos humanos nas organiza√ß√Ķes. 15. ed. Rio de Janeiro: Campus, 1999.

Fonte: CATHO EDUCAÇÃO EXECUTIVA РCursos Online, Cursos executivos, Cursos de formação, MBA, MBA Online, Artigos